sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

SALARIOS DOS PROFESSORES PARA 2012


REAJUSTE DE 22 % ELEVA O PISO SALARIAL DOS PROFESSORES PARA 1.450,00
O governo deve confirmar um reajuste de 22% no piso nacional dos professores. O índice representa a variação no valor mínimo de investimento por aluno do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) entre 2011 e 2012 e levaria o salário-base dos atuais R$ 1.187 para R$ 1.450 mensais. Apesar da pressão de prefeitos e governadores, que alegam não poder arcar com o aumento acima da inflação do salário mínimo e dos professores, a tendência do governo é manter a lei como está.
Qualquer valor inferior aos 22% abriria espaço para contestação judicial ou teria que ser apresentado junto com uma mudança na legislação. A lei que criou o piso diz claramente que o reajuste será feito todo mês de janeiro no mesmo porcentual da atualização do valor do Fundeb e terá de ser o menor valor básico para aos professores por 40 horas-aula semanais.
Governadores e prefeitos pressionavam o governo para dar aos professores apenas a variação da inflação, que fechou em 6,5%. Em 2011, o reajuste foi de 16% e já incomodou Estados e municípios. Hoje, 16 Estados não cumprem o piso atual, de R$ 1 187. Outros cinco pagam menos do que os R$ 1.450 que devem entrar em vigor em fevereiro e terão que fazer mais algum investimento.

17 comentários:

  1. Como fica o municipio que paga apenas R$816 para os professores, não dá nem satisfação para os demais.

    ResponderExcluir
  2. Caro Colega, muito bom seu comentário, isso é imoral e ilegal, veja o que decidiu o STF para os professores no Estado de São Paulo em minha recente publicação.

    ResponderExcluir
  3. ola quero saber quando será esse reajuste para 1450,00, pois preciso desse reajuste trabalho 40 horas semanais. Será que realemente acontecerá?

    ResponderExcluir
  4. Como diz a própria matéria, esse reajuste deve se pago já no salário de Fevereiro, infelizmente, em nosso País nem sempre as leis são cumpridas, depende muito da mobilização da categoria e da boa vontade/compromisso dos Gestores, mas repito, nenhum Professor, por Lei, deve ganhar menos que 1.450,00 a partir de 02/2012.

    ResponderExcluir
  5. E esse porcentagem de 22% é certeza mesmo?? E porque que não é retoativo a janeiro?

    ResponderExcluir
  6. Qual é mesmo a porcentagem do aumento para professor e será apartir de que mês mesmo???

    ResponderExcluir
  7. A porcentagem como já foi publicado por este Blog é de 22%, no entanto, há Municipios que já adiantaram algum valor desse percentual e outros que precisam dar mais que 22% para chegar ao piso. o certo é vc fazer as contas considerando o valor de 1451 para 40 hs. já orientei a fazer estas contas em recente publicação, abraços

    ResponderExcluir
  8. Caro Colega Anônimo ( não sei porquê vc insiste em ser Anônimo ) o percentual como já publiquei é de 22% e é retroativo a Janeiro sim, com certeza, abraços

    ResponderExcluir
  9. Amigos, minha esposa trabalha numa escola particular e paga 780,00. Que é o piso salarial do professor ensino fundamental 1 particular. E, como, ficam estes professores da rede particular? Por que também não se preocupam com estes professores?

    ResponderExcluir
  10. Muito oportuna sua colocação, a Lei 11738 que rege o piso não diferencia ensino público de privado não, isso cabe uma denúncia ao Sinte. obrigado pela colaboração

    ResponderExcluir
  11. Boa noite sou P2 em um Colégio particular no RJ. Este percentual será aplicado a nós também? Pergunto isso pois o professor da rede pública de ensino aqui no RJ ganha mais do que o P2 da rede particular. E apartir de que mês é esse reajuste.
    Att,
    Ana Lúcia

    ResponderExcluir
  12. Ana Lúcia. independentemente de sua lotação ser pública ou particular, o reajuste é para toda categoria do Magistério e deve entrar em vigor a partir de Janeiro /2012 se ainda não foi pago, deve ser com efeito retroativo a Janeiro, como está sendo feito em todo o Brasil.isto é a lei do piso. obg pela participação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, mas infelizmente aqui no municipio do RJ a realidade do P2 da rede particular é outra. Minha carga horária é de 4,30h por dia de segunda a sexta e o meu salário não chega a R$1.000,00 por mês. Acho que alguma coisa deveria ser feita em prol dos professores da rede particular, pois não podemos aderir a greve, pois somos ameaçados de perder o emprego e acabamos ficando nas mãos dos empregadores, visto que o sindicato nada faz por nós. Tendo como base que o ensino da rede particular é um ensino que deve apresentar excelência no processo de ensino aprendisagem, não é justo que o nosso piso seja inferior ao da rede pública. Concorda?

      Excluir
  13. Concordo plenamente Amiga, realmente os Sindicatos deveriam olhar com mais atenção para os Profissionais da rede particular de ensino, que ficam reféns dos empregadores, uma solução seria a criação de um sindicato para a rede particular. abraços

    ResponderExcluir
  14. Como fazer para criar um? Adorei a idéia!!!

    ResponderExcluir
  15. Seria bom vc se informar com o Sinte-RJ

    ResponderExcluir
  16. olá professores sou merendeira da prefeitura do rj o prefeito colocou a comlurb na cozinha o nosso vencimento é 568,00 e o deles 930,00 fora plano de carreira ticket de 30 dias participação nos lucros e outros beneficios e nós fazemos a mesma coisa que eles mas como reclamar se vencimento do PII é 1080,00 esse ano eles tiveram 15% de aumento nós teremos 5% talvez se mantiverem esse aumento eles vão ganhar mais que professor merendeiros ganhando mais que professor dentro da mesma unidade escolar

    ResponderExcluir